Expo Milão: uma viagem por alimentos e tradições de 144 países

Foto: Atelier Marko Brajovic

Foto: Atelier Marko Brajovic

A cidade de Milão sedia até outubro a Expo Universal, evento incrível que reúne 144 países. O pavilhão do Brasil é assinado pelo Studio Arthur Casas, em parceria com o Atelier Marko Brajovic e MOSAE – Milano OpenStudio.

expo-milao003-archdaily

Foto: Archdaily

expo-milao001-apex-brasil

Foto: Apex Brasil

Esperam-se mais de 20 milhões de visitantes em um espaço de 1 milhão de m². O evento tem uma pegada sustentável e tecnológica. Com o tema “Alimentando o Planeta, Energia pra a Vida”, vai oferecer uma experiência única sobre nutrição, em uma viagem por alimentos e tradições de povos de todo o mundo. O objetivo é promover o debate sobre como nutrir o planeta de forma sustentável, justa e saudável, promovendo as identidades culturais.

Com 4 mil m², o pavilhão brasileiro vai abrigar exibições, atividades culturais e gastronômicas, seminários, eventos de negócios e de relacionamento. O projeto utiliza a metáfora da rede, que convida o visitante a entrar no pavilhão e conhecer uma instalação multissensorial e imersiva, representando a integração da cadeia de alimentos e fornecedores. Uma experiência interativa, lúdica e simbólica.

expo-milao002-gazeta-do-povo

Foto: Gazeta do Povo

A história das exposições universais teve início em 1851, quando a primeira edição foi realizada no Palácio de Cristal, em Londres. Atualmente, a Expo é realizada a cada cinco anos, em um canto diferente do mundo, reunindo dezenas de países que apresentam avanços da humanidade. São eventos que funcionam como plataforma para o diálogo internacional sobre temas relevantes para pessoas, países e instituições do mundo todo. Desde o início, foi um lugar para cada nação se apresentar e oferecer ao mundo conhecimentos e soluções criativas para o seu tempo.

Foi, por exemplo, na Exposição Universal da Filadélfia em 1876, que D. Pedro II, um aficionado por inovações, conheceu a nova invenção de Graham Bell, sendo assim o primeiro brasileiro a usar um telefone. A arquitetura e a cultura do país escolhido para ser o cenário de cada grande exposição também ganham destaque, deixando heranças como a torre Eiffel, que foi construída em Paris para abrigar a Exposição Universal em 1889. Saiba mais em www.brasilexpo2015.com e www.expo2015.org.